Arquivo da tag: Insatisfação

“Há algumas semanas, saindo da estação Carrão em direção à Etep, p almoçar, um carro passou à 30 cm de mim, para entrar no posto de gasolina, numa velocidade que teria me atirado há uns 100m a frente, caso tivesse encostado em mim!! Zago, o que aconteceria se esse carro tivesse me pego???? A vc, nada né?? Mas a mim, que sou mãe de família, esposa e trabalhadora, um prejuízo enorme teria acontecido, e tratado apenas como uma fatalidade, não é??? E pra ajudar, ouvir de quem está de fora que “a USP está corrompida”, que a USP “já foi melhor” e ter apenas como resposta: “Sim, é verdade… eu sinto vergonha atualmente, de dizer que sou aluna da USP…” – é humilhante a tal ponto que, para não passar mais vergonha, é imensa a vontade que tenho de trancar meu curso e nunca mais dizer a ninguém que fui aluna dessa instituição, um dia muito almejada de alcançar! O pior é pensar que, fzndo obstetricia, com td q aprendi a respeito de saúde pública, achei msm que eu pudesse mudar a realidade da saúde pública na minha cidade. Obrigada USP, obrigada Zago e Rodas e obrigada ao Boueri (pq foi p culpa dele q a EACH tah zuada) por criar expectativas em mim e muitos outros alunos, de um futuro brilhante, e acabar com nossos sonhos em nome de suas contas bancárias!!!!”

Humilhação pouca é bobagem – Esutdante de OBS

Anúncios

“Estava lendo os depoimentos e me deparei com o de uma pessoa falando de uma funcionária da UNICID sendo rude com os alunos da USP.. pois essa pessoa não é a única! Há algum tempo aquela BOSTA de carteirinha “UNICID – ALUNO USP” ficou por vários dias travando, e após 3x que a leitura dá erro tem que esperar 1min para tentar novamente… pois num belo dia desses minha carteirinha não passava de jeito nenhum, e uma amiga que estava comigo disse “essa unicid é ó… (gesto como alguém que dizia “um saco”), e a funcionária da UNICID que fica ali na entrada começou a falar bem alto “ENTÃO ESTUDA AQUI POR QUE?”, nós fomos bem irônicas mostrando as camisetas com o USP e dissemos ” a gente não tá aqui porque quer” e entre outras provocações dessa verdadeira ridícula ela virou e disse “me passem os nominhos de vcs”, nós perguntamos pra quê, e ela disse “pra passar pra direção, voces estão abusando”… apenas ficamos questionando o por quê seria um abuso e mandamos um VSF. Além da HUMILHAÇÃO DIÁRIA de ficar passando carteirinhas em catracas, não termos campus, a EACH estar dividida, sem previsão de próximo semestre, sem luz no fim do túnel, desmotivação cada vez mais crescente, se sentir um verdadeiro LIXO, temos que aguentar provocações de funcionários que deveriam tratar a todos com o mesmo respeito que damos à eles e olhares de julgamento, como se nós tivéssemos colocado gás metano no campus, como se estivéssemos felizes de perdermos nossa casa e ficarmos naquela merda de lugar!”

Alguém que perdeu as esperanças – Estudante de OBS

“Me sinto um lixo hoje estudando na USP. Estudando na melhor universidade do país, eu me sinto um lixo, me sinto tratado da pior maneira possível, sem voz, sem ação, impotente. Todo dia escuto essa voz me dizendo: – Abaixa a cabeça e estuda, termina seu semestre, pega seu diploma e vaza daqui. Não importa como. Eu resisto, todos os dias, mas anda cada vez mais difícil… Talvez a USP seja realmente a faculdade que melhor nos prepare para esse mundo… esse que nos exige um conformismo incondicional, uma resignação absoluta e nenhuma possibilidade de transformação. Que tristeza, ôoo tristeza, tristeza demais…”

Estudante – Estudante de EFS

“Aí Zago, você não imagina como você está FERRANDO com a minha vida… não imagina o quanto de dinheiro que estou perdendo e posso perder no futuro! Me encontro como agregada em uma república no Butantã porque é extremamente desgastante ir da zona leste até a aula no butantã. E estou como agregada porque tenho contrato em um apartamento na zona leste, se quebrar perco o apartamento e pago multa. Agora, a menina que mora comigo quer sair de lá, e agora Zago, semestre que vem vamos estar na zona leste? Como vou fazer um novo contrato lá? quem vai pagar o transporte das minhas coisas (geladeira, fogão, maquina de lavar, cama, escrivaninha) se eu tiver que sair e depois voltar pra zona leste? Procuro outra pessoa pra dividir comigo ou fecho uma republica no butantã? Ai Zago, você não faz ideia do PREJUIZO que você está me dando por não falar as coisas com antecedencia. Fale ao menos se o plano B do semestre que vem vai ser na Zona Leste. Fica nesse vai num vai, num sei se vai. Os contratos vão pra onde? Olha o DINHEIRO que estou perdendo só por não definir o futuro e o plano B. Puta que o pariu viu. – desabafei total -“

Nádia – Estudante de TM

Estou cansado de não ser ouvido, meus professores estão delirando ! As aulas estão pesadíssimas preciso de tempo para introduzir o conteúdo e assimilar nos exercícios levando em conta que no feriado ao invés de eu estar em uma mesa com a família, na minha cidade estou aqui na casa de um tio [que está agora na minha cidade] estudando para entregar exercícios, acho que esqueceram que eu só estudo na EACH \ UNICID , e que não fiz carreira acadêmica exclusiva Premium.

Estudante de MKT

“As experiências que estou tendo nas aulas matutinas de Gestão Ambiental na UNICID são negativas porque: 1) alugo uma república próxima à EACH com outras pessoas e alugamos lá perto porque não pagávamos condução e hoje nos vemos obrigados a pagar para se deslocar para a sala de aula; 2) a existência do bandejão na FATEC Tatuapé é extremamente ruim, já que a distância a ser percorrida é imensa em relação à UNICID, fato que contribui para que eu vá para o trabalho diretamente e almoçando marmita que eu mesmo faço (coisa que se estivéssemos na EACH, nem preocupação em cozinhar depois de um dia de aula e estágio eu teria); 3) minha namorada e companheira de república faz Lazer e Turismo e sai do Butantã e chega em casa só a meia noite o que é perigoso para qualquer um estar andando pela rua a essa hora da noite.“

Estudante de GA

Gostaria muito que nossa direção e reitoria fosse claros em todas ações para sanar a EACH, mas o que definitivamente agora me cansa o coração é ouvir também de colega, impressão que tenho de que as aulas estão esvaziando-se, os alunos estão desistindo dos cursos !!! Direção cade o numero dos alunos que estão se evadindo a universidade ?Precisamos da EACH inteira e não pela metade…

Docente de GPP

Hoje estava saindo pela catraca da UNICID e estava com uma amiga e um amigo. Eles passaram, e eu fiquei travada na catraca. Aí fui tentando passar o cartão da UNICID de várias maneiras para ver se me liberava, enquanto conversava e fazia piadas da situação com meus amigos que me esperavam. Uma funcionária veio me “ajudar” mas pegou a minha conversa com meus amigos no meio do caminho e começou a dizer que eu não podia fazer aquilo (o que estava falando com minha amiga) e me dar bronca! Fiquei de cara…”

Estudante de OBS

“Bibliotecas que não possuem os livros que precisamos (ou apenas um exemplar já emprestado). Impressão de textos, mais caros que xerox, porque não ha pastas e os professores mandam o arquivo. Só essa semana gastei 9 reais na unicid e 12 hoje na FFLC. E não peguei tudo que precisava. E bandejão longe e cantina cara e fechada na hora do intervalo na POLI. Passei fome. Já ta virando rotina…..”

“Na terça feira, fui na xerox da unicid. Eles digitalizaram o texto, e quando vc pede uma pasta eles abrem a pasta no pc, que fica do lado de dentro. Ou seja, não é possivel olhar o texto e cofirmar qual é qual, e enquanto você olha a moça fica “a pasta toda é 14,50”, “mas eu não quero a pasta toda”, respondi. Enfim, pressão para que pegue e pague tudo, sem nem olhar. Ainda nos corres da leitura, dois livros que preciso possuem apenas um exemplar na FEA e outro na FFLCH. Fui até a biblio da FEA, mas alguem foi mais rápido, estava indisponivel. Fui até a xerox da FFLCH, esperando que fosse mais barata: 0.20 centavos a impressão. Como não há pasta e xerox, tem que ser impresso. Ou seja, sai o dobro do preço que sairia na EACH. Perdi tanto tempo fazendo algo aparentemente simples (por ser tudo distante no butanta) que fiquei sem jantar. E na POLI, a cantina (carissima) esta fechada na hora do intervalo da noite. É ridiculo escutar os professores nos dizendo para levar lanchinho. Me senti no pré. E fiquei com fome.”

Thaisa Torres Nunes – Estudante de GPP

“Gostaria de relatar que eu me sinto traída pela EACH, desde a sua construção foram cascatas de desrespeito. Indo para outro espaço sem nem ao menos ter tido uma conversa previa conosco foi uma falta de respeito, eu fiquei com problemas de saúde provavelmente por causa da água contaminada (eu só bebia aguá na EACH e em casa), desde novembro eu tenho crises de vômito, diarreia e uma dor terrível, e saber que boa parte dos docentes acham que tenho dinheiro suficiente para pagar 75,00 reais por semana para almoçar é complicado, eu não posso ficar comendo lanche por causa da minha saúde e não tenho esse dinheiro, e vai além não posso trancar o meu semestre, pois tenho bolsa da USP e um filho pra criar. Me sinto sem saber o que fazer, o que pensar, não sei se posso ter esperança de melhora, porque simplesmente fomos realocados em outros lugares sem as nossas condições minimas. E o que me revolta é que agora parece que o único problema é o bandejão, mas os problemas da EACH como todos sabem são bem maiores, apesar de eu precisar bastante disso!”

Thais Turno – Estudante de OBS