Arquivo da categoria: OBS

“Há algumas semanas, saindo da estação Carrão em direção à Etep, p almoçar, um carro passou à 30 cm de mim, para entrar no posto de gasolina, numa velocidade que teria me atirado há uns 100m a frente, caso tivesse encostado em mim!! Zago, o que aconteceria se esse carro tivesse me pego???? A vc, nada né?? Mas a mim, que sou mãe de família, esposa e trabalhadora, um prejuízo enorme teria acontecido, e tratado apenas como uma fatalidade, não é??? E pra ajudar, ouvir de quem está de fora que “a USP está corrompida”, que a USP “já foi melhor” e ter apenas como resposta: “Sim, é verdade… eu sinto vergonha atualmente, de dizer que sou aluna da USP…” – é humilhante a tal ponto que, para não passar mais vergonha, é imensa a vontade que tenho de trancar meu curso e nunca mais dizer a ninguém que fui aluna dessa instituição, um dia muito almejada de alcançar! O pior é pensar que, fzndo obstetricia, com td q aprendi a respeito de saúde pública, achei msm que eu pudesse mudar a realidade da saúde pública na minha cidade. Obrigada USP, obrigada Zago e Rodas e obrigada ao Boueri (pq foi p culpa dele q a EACH tah zuada) por criar expectativas em mim e muitos outros alunos, de um futuro brilhante, e acabar com nossos sonhos em nome de suas contas bancárias!!!!”

Humilhação pouca é bobagem – Esutdante de OBS

“Estava lendo os depoimentos e me deparei com o de uma pessoa falando de uma funcionária da UNICID sendo rude com os alunos da USP.. pois essa pessoa não é a única! Há algum tempo aquela BOSTA de carteirinha “UNICID – ALUNO USP” ficou por vários dias travando, e após 3x que a leitura dá erro tem que esperar 1min para tentar novamente… pois num belo dia desses minha carteirinha não passava de jeito nenhum, e uma amiga que estava comigo disse “essa unicid é ó… (gesto como alguém que dizia “um saco”), e a funcionária da UNICID que fica ali na entrada começou a falar bem alto “ENTÃO ESTUDA AQUI POR QUE?”, nós fomos bem irônicas mostrando as camisetas com o USP e dissemos ” a gente não tá aqui porque quer” e entre outras provocações dessa verdadeira ridícula ela virou e disse “me passem os nominhos de vcs”, nós perguntamos pra quê, e ela disse “pra passar pra direção, voces estão abusando”… apenas ficamos questionando o por quê seria um abuso e mandamos um VSF. Além da HUMILHAÇÃO DIÁRIA de ficar passando carteirinhas em catracas, não termos campus, a EACH estar dividida, sem previsão de próximo semestre, sem luz no fim do túnel, desmotivação cada vez mais crescente, se sentir um verdadeiro LIXO, temos que aguentar provocações de funcionários que deveriam tratar a todos com o mesmo respeito que damos à eles e olhares de julgamento, como se nós tivéssemos colocado gás metano no campus, como se estivéssemos felizes de perdermos nossa casa e ficarmos naquela merda de lugar!”

Alguém que perdeu as esperanças – Estudante de OBS

“Indo direto a fonte do problema Estou cansado de ser tratado pior que um animal sem condições de ter uma aula de qualidade que sempre almejei por 3 anos para entrar na usp e acabar tendo aulas improvisadas . não quero ser um profissional que se formou de qualquer maneira , na ultima quarta feira 24/04 minha paciência passou do limite e fui falar direto com a fonte o governador do Estado de São Paulo como é o direito de qualquer cidadão de procurar seus direitos e cobrar ações a qual ele compete. Sem animo para ir a unicid resolvo ir a uma inauguração de uma linha de Trem em Amador Bueno-Itapevi ha uns 60 a 80 Km da unicid, que diga se de passagem uma obra extremamente eleitoreira na qual foram gastos R$85 milhões de reais em 6 km de vias férreas apenas para transportar 2 mil pessoas/dia ,onde 2 simples ônibus dariam conta dessa demanda . detalhe nesses 6 km com 3 estações não terá cobrança de tarifa olha que maravilha de dinheiro publico indo para o ralo… Chego ao bairro Rural – Periférico de Amador Bueno e logo chega a vossa Excelência alckmin na Cabine de um trem da década de 60 anunciado como “novo” . assim que desembarca vou de frente ao seu encontro e logo pergunto sobre a USP LESTE sem esperar que encontraria um aluno da each naquele lugar tão distante. logo começa a dar uma desculpa antes de terminar de falar eu o interrompo e falo que ta complicada a nossa vida acadêmica pois estamos esquecidos e sendo humilhados de todos os lados e maneiras. Ele engole seco e o clima muda logo chama o assessor dele e o secretario de Cien e Tecnologia para termos uma conversa rápida mais tarde, nos reunimos em uma sala operacional da estação e falei de todos os problemas que a gente estava enfrentando. Das breves palavras bem vagas do Akimin: Não tinha necessidade da interdição/Breve será o Retorno ao campus/Vou falar com o Zago. perguntei de datas e prazos e a mesma coisa vaga (BREVE) Galera Sempre que tiver oportunidade faça isso pois é o direito nosso…. Ps coloquei o vídeo do começo da abordagem ao akimin no grupo de alunos da each no facebook”

T – Estudante de OBS

Moro em Jacareí e para chegar à EACH, utilizava ônibus de linha comum para Mogi das Cruzes, com valor popular e de lá, pegava trem, tudo com VT estudante. Agora, para chegar à UNICID, preciso pegar outra empresa de ônibus, que vai para o terminar Tietê, que custa 3x mais que as outras viações que utilizava (agora, cada passagem gira entre R$ 18,00 a 21,00, dependendo do horário). Isso, se eu quiser chegar e sair no horário normal de aula, porque, se eu quiser continuar pagando o mesmo valor nos transportes que eu utilizo, preciso perder 1h30 de aula ao sair (minha aula termina 18h, ou seja, tenho q sair 16h30), para não perder a integração no Tatuapé, para transferir para a linha 11, para chegar à Mogi das Cruzes (estação estudantes), para de lá, voltar para Jacareí, no horário de sempre. Optando em estar sempre cumprindo horário, pago muito mais caro; e aí que o Aux. Transporte fornecido pela facul não dá nem pra metade do mês (pois tenho q pegar dois ônibus dentro da minha cidade pra chegar na rodoviária e depois pra voltar pro bairro, ou seja, aumentaram 4 viagens pra pagar, de 3,00 cada). Nesse caso, me vi obrigada a trancar uma matéria importante do meu curso, que me abriria o estágio no próximo semestre! Perderei um ano de estágio, perderei matérias importantes, perderei mais tempo no trânsito, já tive que comer qualquer coisa pela rua, por não ter dado tempo de bandejar (aqui ainda entra a questão que, sendo eu bolsista, só poderia comer no Butantã… e daria tempo?? Claro que não) … só saí perdendo com esse plano B. Sem contar que xerox ou impressão está totalmente fora de mão e caro. Quem vai me ressarcir do prejuízo que terei com as matérias atrasadas???? É um prejuízo que não tem como voltar pra gente… só atrasado msm!

Arlene – Estudante de OBS

Hoje estava saindo pela catraca da UNICID e estava com uma amiga e um amigo. Eles passaram, e eu fiquei travada na catraca. Aí fui tentando passar o cartão da UNICID de várias maneiras para ver se me liberava, enquanto conversava e fazia piadas da situação com meus amigos que me esperavam. Uma funcionária veio me “ajudar” mas pegou a minha conversa com meus amigos no meio do caminho e começou a dizer que eu não podia fazer aquilo (o que estava falando com minha amiga) e me dar bronca! Fiquei de cara…”

Estudante de OBS

“Gostaria de relatar que eu me sinto traída pela EACH, desde a sua construção foram cascatas de desrespeito. Indo para outro espaço sem nem ao menos ter tido uma conversa previa conosco foi uma falta de respeito, eu fiquei com problemas de saúde provavelmente por causa da água contaminada (eu só bebia aguá na EACH e em casa), desde novembro eu tenho crises de vômito, diarreia e uma dor terrível, e saber que boa parte dos docentes acham que tenho dinheiro suficiente para pagar 75,00 reais por semana para almoçar é complicado, eu não posso ficar comendo lanche por causa da minha saúde e não tenho esse dinheiro, e vai além não posso trancar o meu semestre, pois tenho bolsa da USP e um filho pra criar. Me sinto sem saber o que fazer, o que pensar, não sei se posso ter esperança de melhora, porque simplesmente fomos realocados em outros lugares sem as nossas condições minimas. E o que me revolta é que agora parece que o único problema é o bandejão, mas os problemas da EACH como todos sabem são bem maiores, apesar de eu precisar bastante disso!”

Thais Turno – Estudante de OBS

“Sem Internet em casa, só tenho no celular e estou sem grana pra mandar imprimir o texto que a professora passou na segunda-feira a tarde, para entregar resenha no dia seguinte. Aqui perto de casa custa R$1,00 por página a impressão, portanto são R$21,00 apenas um texto… Será que estão preocupados com isso? Só com a internet no celular, não dá para ler no celular todo o texto. Copiadora pra quê, ne não?! Cota de impressão, pra quê?!”

Estudante de OBS

“O curso é integral e não da pra gastar R$ 20 conto por dia (isso economizando,comendo só bobagem sem qualquer valor na alimentação)ironico fazer parte de um curso da saúde e só comer gordiçes.”

“Tive semana passada uma alua de FBO(Fundamentos Biológicos da Obstetrícia I) o professor deixou claro que aquela aula(e as demais)deveriam utilizar laboratório e biblioteca para estudarmos o cérebro,resultado: VAMOS TER QUE IMAGINAR OQUE É CADA PARTE PELAS DESCRIÇÕES,OU VER VIDEO NO YOUTUBE/IMAGENS NO GOOGLE,mas cá entre nós se fosse pra ficar estudando vendo imagens sem proporção da realidade,eu ficava em casa.”

Débora Bispo – Estudante de OBS

“Devido à falta de bandejão USP na UNICID, não consigo utilizar o auxilio alimentação fornecido pelo COSEAS, assim passei a gastar, do meu bolso, em média 20 reias/dia, para comer no almoço; detalhe: meu curso é das 8h as 18h, e eu não tenho mais dinheiro para comer nada além do almoço. – A professora Graziela Perosa, realizou sua aula sentada com um computador pessoal no colo, para assim ler a matéria. Depois questionou se os alunos estavam de acordo com os dados – detalhe: não tínhamos a visão do computador. – devido à falta de biblioteca e Xerox, a professora Graziela Perosa recusou-se a disponibilizar seus livros para tirarmos Xerox em outro lugar; disse que não poderia escanear o conteúdo, pois é muito ocupada nem andar com uma cópia de todos os textos que irá utilizar, pois o número de salas que ministra aula é grande; e por fim, nos mandou comprar todos os livros que a mesma irá utilizar, pois além de já precisarmos ter uma biblioteca pessoal, os mesmo também são “baratos”. – em uma sala de 50 pessoas, a professora disponibilizou apenas 8 cópias do mesmo texto para lermos para realizarmos suas atividades; justificou o número pequenos de cópia com a frase “tive que pagar do meu bolso, pois não temos sala com impressora nem cotas de impressão”. – devido ao encurtamento do semestre, todas as disciplinas tiveram seus cronogramas de aulas, encurtados. – As aulas práticas não estão sendo realizadas com qualidade devido a falta de laboratórios. Estamos improvisando tudo, com os pouco materiais trazidos por alguns professores. – Estando na UNICID busquei solucionar 3 problemas urgentes, referentes a matrícula, e fui orientada a procurar o butantã pessoalmente, pois devido a falta de sala apropriada, eles estão com dificuldade em ler e-mails e atender telefones; no entanto, meu curso é ministrado diariamente das 8 as 18h, na UNICID.”

I. – Estudante de OBS

“Com o início das aulas e sem opção de almoço, fui obrigada a escolher quais aulas e períodos frequentar, tenho aulas de terça e quarta em período integral, mas não consigo ficar 10 horas na faculdade só com lanchinhos que levamos de casa, e as opções de almoço não saem por menos de 10 reais, precisarei escolher entre frequentar as aulas da tarde ou da manhã em dias de período integral… Também tivemos problemas com o barulho na sala, tem uma obra atrás do prédio, onde o som das marteladas e serras não permitem que os professores escutem os alunos. Também fomos prejudicados pela falta de laboratório, sei que a Unicid tem laboratórios ótimos, será que não poderiam ter entrado no acordo juntamente com a locação das salas? Haja imaginação para aulas sem laboratórios e sem biblioteca…”

Jessica Quiroga – Estudante de OBS