“Gostaria de compartilhar algumas impressões sobre os primeiros dias de aula. Mas hoje vou ficar só na vontade, porque não posso participar. Moro e trabalho próximo à divisa da capital com Ferraz de Vasconcelos, o que dá num dia de sorte, 2h50min até o Butantã, onde o curso de SI foi alocado. Nunca poderia cumprir todo o horário da segunda aula, com o risco de perder o último trem de baldeação na CPTM. Jamais chegaria a tempo da primeira aula, pois deixo o trabalho às 18h. Trabalho que consegui na Zona Leste justamente pra melhorar a minha vivência na Universidade. Viajar quase 6 horas por dia, pra ter 1h de aula, e certamente ser reprovado por frequência, é absurdo! Tão absurdo quanto num cenário crítico como esse, não termos prazos, e a única posição oficial ser “seguiremos trabalhando”. Isso é discurso de gestão que sabe o que e quando fazer, ou de atendente de telemarketing desinteressada?”

Hugo de Lima – Estudante de SI

Anúncios