“Fiz três anos de cursinho para conseguir passar na Fuvest, na esperança de um ensino digno. Mudei-me no início do curso para a zona leste, praticamente sem recursos. Após muitas dificuldades (muitas mesmo) consegui finalmente uma pequena quitinete, da qual caminhava até a EACH todos os dias. Agora estou, na prática, 3h do meu local de aulas, tenho que pegar metrô e ônibus em horário de pico (e o dinheiro para condução dupla todo dia?). Agora minha família mal acredita que meu esforço para passar valeu qualquer coisa de modo que sofro represálias de todos os lados, como se a culpa fosse minha e a formação fosse realmente algo impossível desde o começo. Valeu, direção.”

Paula Oliveira – Estudante de TM

Anúncios